sexta-feira, 30 de julho de 2010

quarta-feira, 28 de julho de 2010

28 de julho de 1982... nascia uma garotinha...


As vezes ainda me sinto
como aquela menininha...
Querendo descobrir o mundo
acreditando em algumas fantasias
sonhando e girando ao brincar de roda
as vezes triste, as vezes alegre...
cheia de amigos
encantada com o que ainda pode aprender
com sede de estudar
com fome de conhecer
querendo o colo da mamãe...
receber o carinho do papai...
com medo do escuro
cheia de esperança
acreditando na vida
aiaiai....

Parece que ainda sou essa menina?!
Depois de tanto tempo tanta coisa mudou...
Mas no fundo... ainda sou aquela menina.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Venha o dia.... vamos fugir !



Minha alma está renovada... quero flutuar...

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Meu raio de sol...



Eu queria escrever
Uma canção pro seu sorriso,
Mas o sol não veio
Porque você não está aqui...
Queria te dar meu coração
Embrulhado num papel de seda,
Mas essa maciez me fez lembrar da sua pele...

O dia está nublado
Sem você aqui
Quero te encontrar...
Os dias de sol
Vem no brilho dos teu olhos!
Não quero fugir, nem mentir
Porque sou completamente sua...

Eu queria sonhar,
Mas não posso tocar você...
Quero me mudar
Pra perto de você.
Quero encontrar
Esse seu lindo olhar,
Trazer de volta esse dia de sol
Que você levou de mim...

O sol voltou outra vez:
Você está bem aqui!
Não quero perder nem mais um segundo
Se tenho você tenho de volta ao meu mundo.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia 20 de julho Dia do Amigo...



Para alguém como eu que um dia perdí tudo na vida e já recuperei tantas coisas... diante da incerteza da vida uma coisa não me coloca em dúvida: só cheguei até aqui por causa de vcs meus amigos!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Tensão pré aniversário rsrsrs


Meu aniversário está chegando e ainda tem tantas coisas que preciso refletir, vou fazer 28 anos e só me dei conta agora de quantas coisas impotantes ainda preciso e desejo fazer, tenho algumas metas, digamos que as que dependem do capitalismo não estão muito favoráveis... mas preciso logo planejar como sair dessa... SOCORRO!!!

domingo, 18 de julho de 2010

Guia de um bom fim de semana. Por meus cães Luke e Lucy.

DEPOIS DE UMA BOA NOITE DE SONO...

ACORDE CEDO E SE ARRUME...

SE ESTIVER MUITO SOL NÃO DISPENSE UM BOM ÓCULOS ESCUROS E UM CHAPÉU...


PASSEIE BASTANTE E FAÇA COISAS DIVERTIDAS COM QUEM AMA...


DÊ MUITO CARINHO A ESSE ALGUÉM ESPECIAL...ASSISTA JUNTINHOS A UM BOM FILME...

E DEPOIS DE MUITO AMOR TENHA UMA OUTRA BOA NOITE DE SONO...

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Nessa chuva...


Numa tarde chuvosa
Não há nada melhor... Sentir sua respiração e aquela doce sensação de que o tempo parou...
Ainda não sei quem tu és,
Mas por ti cegamente espero...
Chuva que tudo leva
Numa doce brisa me traz teu cheiro
Esse aroma tão particular
Vem... Quero te conhecer...

terça-feira, 13 de julho de 2010

Um amor puro... estou te esperando...

video

O que há dentro do meu coração Eu tenho guardado pra te dar E todas as horas que o tempo Tem pra me conceder São tuas até morrer E a tua história, eu não sei Mas me diga só o que for bom Um amor tão puro que ainda nem sabe A força que tem é teu e de mais ninguém Te adoro em tudo, tudo, tudo Quero mais que tudo, tudo, tudo Te amar sem limites Viver uma grande história Aqui ou noutro lugar Que pode ser feio ou bonito Se nós estivermos juntos Haverá um céu azul Um amor puro Não sabe a força que tem Meu amor eu juro Ser teu e de mais ninguém Um amor puro



Essa linda jóia de nossa música faz até os corações mais duros derreterem...

O milagre da vida... uma lontra bebê...



PARECEM LINDOS CÃEZINHOS AQUÁTICOS...

domingo, 11 de julho de 2010

O mundo perdido no Aquário de SP




Estava precisando de um domingo assim...

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Prazer cósmico...





G A E Z O E
O L M E Q E
Z G B R U X
O U U M E R
M É S U A P
I M C I C R
S Q D T A E
T U E O R S
I E U A N S
C E M L E A
O S P É P R... E A BUSCA NÃO ACABA AQUI...
D T R M O
E Á A D D

quinta-feira, 8 de julho de 2010

"Marias" Letra e Música de Bá KImbuta

video


Mas sei que há sentimentos vivos guardado nas águas sagradas temperadas pelo sal das lágrimas dos mortos, cujo uma força maior traz ao meu imaginário a imagem de um feto nascendo afogado de ventre livre emancipado mas nunca, nunca mais nas condições de escravos... E que nessas estradas sanção encontre com Nizinga retome o exército de guerreiros, solte as tranças, voltem as danças nas costas levem as crianças nos braços as lanças, machados, metrancas derrubem os covardes esqueçam as alianças! Na mata Oxossi encontre com Oxumaré, Xangô rasgando o crânio a machadada adentra a mata... Lace os céus em suas mãos toque as estrelas mantendo a escuridão, apague a lua, trincando o arco-íris enche a terra de emoção, imensidão! Iemanjá autorizou a água agora é sagrada lava a ferida cuja a companheira foi violentada, não existe Deus, mas a Deusa que na Idade antiga foi derrubada! Que transcenda os pecados, que o ventre feminino seja novamente valorizado! Retome o matriarcado, mate o patriarcado! Que a mitologia grega seja enforcada e que no jardim do Éden ilusório os dois sejam culpados! Que elas matem os homens quando necessário, se são a maioria não deixe ser dominadas! Não deixem ser dominadas! Não deixem! Maria... Oh! Maria... Maria... Maria...

terça-feira, 6 de julho de 2010

Essa mulher que é parte de mim... tudo sobre minha mãe.


Eu me recordo que você dormia pouco, acordava cedo, sempre maquiada... ia trabalhar de salto alto e era diarista!!! Minha irmã sempre comentava com espanto sua capacidade de lavar a louça de “roupa de gala” e não deixar cair uma gotinha sequer... Isso era engraçado... Mas eu estou aqui diante dessa folha em branco para contar uma história... a sua história...
Minha mãe era uma paraibana muito alta, negra, com um cabelo que ela só não cuidava mais porque ele não saia de sua cabeça para dormir num berço, ser alimentado e tal... estava sempre perfumada e arrumada e apesar de não ter a oportunidade de estudar nunca alguém saberia distinguir a diferença... mulher guerreira, trabalhadora, muito forte!
Desde pequena trabalhava na roça, e infelizmente também muito pequena aprendeu a fumar, ela me contou certa vez que suas bonecas eram feitas de espiga de milho, que nunca teve uma boneca de verdade e minha adorada tia Fátima que descanse em paz, me contou que o maior sonho das duas quando eram crianças era ter um “bebezão”, aqueles bebês enormes! Rsrsrs
Minha mãe tinha um nome comum, Maria, mas tinha um complemento: Ivanilda e só queria ser chamada por esse, mas essa “Maria” amava muito o José, meu pai que era conhecido por todos como trovão. (mas essa é outra história)
Minha mãe pegava o ônibus lotado todo dia de manhã para trabalhar, quando ela tinha apenas 11 anos saiu de casa em busca de outras condições de existência, a vida em Sumé era muito dura e com muita coragem ela se lançou no mundo... sempre trabalhou como diarista, morou em Recife – PE por um tempo e foi lá que conheceu meu pai. Certa vez ela me contou que namorava um policial louro de olhos azuis, mas aquele “morenaço” (como ela se referia a meu pai) não teve pra ninguém!!! Ganhou seu coração na hora... ela ainda guardava um vestido vermelho que ele lhe deu para saírem juntos para dançar e assim o fizeram até seus últimos dias...
Ela é de longe a mulher mais fantástica que conheci... e como sinto sua falta...
Não dá pra falar dela sem lembrar de uma “peixeira” que ela sempre andava na bolsa, essa faca ou punhal não cortava nem papel, mas ela sempre andou com isso na bolsa e dizia que “ai de quem tentar mexer comigo!” rsrsrs e erguia como se a guerreira empunhasse sua espada... Lembro de como sua vida se transformou ao perder meu pai, parecia que ela tinha morrido com ele, lutou muito para se reerguer, até tentou se envolver com outros homens depois de quase 3 anos, mas não adiantou: “nunca nenhum homem chegará aos pés do seu pai” ela aos prantos me disse uma semana antes dela falecer, “eu só estou passando o tempo, porque é muito difícil viver sem ele... se não fosse por você e sua irmã, preferia ir com ele”... E ela realizou sua vontade... Um dia depois do aniversario do meu pai ela se juntou a ele... não acredito que isso seja uma coincidência... o universo é muito grande para achar isso... Esse acontecimento deixou marcas terríveis em mim, mas também me tornou o que sou e foi o que me deixou mais forte para trilhar meu caminho, mas essa história breve e resumida é só uma forma que encontrei de homenagear essa linda e extraordinária mulher que é parte de mim e que faria aniversário hoje se estivesse comigo...
Sua voz se tornou a minha consciência, faço todos os dias meus esforço para te tornar orgulhosa... gosto de pensar que em algum lugar vocês estão ainda dançando, você com seu vestido vermelho... e esse lindo sorriso!
Ninguém nunca te amará e sentirá sua falta como eu!!! TE AMO!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Lendo a Verve... Saudades Salete.


"Se Artaud dizia que a única vantagem que os médicos tem sobre um louco é a força, ele reverteu a quantidade desta mesma força por sua potência de vida inestancável. E mostrou que as relações de força não se confundem com relações de governo e submissão"..."Se a loucura enuncia verdades insupotáveis como explicitou Artaud é preciso ter presente que ele também insistia na inapreensível afirmação:a vida é de queimar as questões".

Salete Oliveira. Doutora em Ciências Sociais e pesquisadora no Nu-Sol, professora no departamento de Política da PUC-SP
VERVE 15 pg. 295/298
2009

sábado, 3 de julho de 2010

Um traço de mim... (Reflexão de aniversário)


Eles tem um traço de mim... me fazem lembrar o que de melhor desejo para minha vida e o que desejo fazer com meus descendentes... esse traço negro que corre em minhas veias, nordestinos! Paraibana e pernambucano... Meu sangue é quente e minha língua é voraz, não meço esforços, não meço sonhos, incontrolável, sádica, sonhadora, afiada, eles não me ensinaram a baixar a crista! Ah! Como queria que vocês estivessem aqui...
Mais um ano se passou e estou ficando mais velha, alguns traços já se revelam e meus 28 anos se apresentam ainda com muitos desafios, com alguns caminhos a semear e com muita, mas muita estrada pra trilhar...
Tem algo em mim que me assombra, esse livro aberto que se auto destrói revelando aos inimigos as fáceis formas de encurralar, odeio ah! como odeio ser vulnerável assim...
Voar e voar é o que me resta!
Pra bem longe ou pra pertinho tento fugir desse traço que me revela... tenho medo de mim... tenho algo aqui dentro que só se revela quando escrevo... essa aqui parece comigo, como atriz que sou, sou várias personagens... vários "eu" que ora veste-se de palhaço, ora quer ser rei, muitas vezes é escravo, outras faz-se dominante... mas a maior questão que carrego agora é:

Como posso permitir-me voar quando minhas asas estão ainda acorrentadas?
Ainda aguardo resposta.




CENÁRIO AUTOBIOGRAFICO:
Mês de julho meu aniversário e ainda muitas reflexões.

Sentada aqui com meus cães... isso me lembra alguém...

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O que é um amor para toda a vida?




E se eu pudesse te abraçar hoje?
Não te soltaria nunca mais...

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Amor, meu grande amor...

"Que tudo que ofereço é
meu calor, meu endereço
a vida do teu filho
desde o fim até o começo..."


video