quinta-feira, 8 de julho de 2010

"Marias" Letra e Música de Bá KImbuta

video


Mas sei que há sentimentos vivos guardado nas águas sagradas temperadas pelo sal das lágrimas dos mortos, cujo uma força maior traz ao meu imaginário a imagem de um feto nascendo afogado de ventre livre emancipado mas nunca, nunca mais nas condições de escravos... E que nessas estradas sanção encontre com Nizinga retome o exército de guerreiros, solte as tranças, voltem as danças nas costas levem as crianças nos braços as lanças, machados, metrancas derrubem os covardes esqueçam as alianças! Na mata Oxossi encontre com Oxumaré, Xangô rasgando o crânio a machadada adentra a mata... Lace os céus em suas mãos toque as estrelas mantendo a escuridão, apague a lua, trincando o arco-íris enche a terra de emoção, imensidão! Iemanjá autorizou a água agora é sagrada lava a ferida cuja a companheira foi violentada, não existe Deus, mas a Deusa que na Idade antiga foi derrubada! Que transcenda os pecados, que o ventre feminino seja novamente valorizado! Retome o matriarcado, mate o patriarcado! Que a mitologia grega seja enforcada e que no jardim do Éden ilusório os dois sejam culpados! Que elas matem os homens quando necessário, se são a maioria não deixe ser dominadas! Não deixem ser dominadas! Não deixem! Maria... Oh! Maria... Maria... Maria...

2 comentários:

lilian borges disse...

Esse meu amigo é muuuuuito talentoso!
atitude - música - consciência social

Vai com tudo Bá!!! Sorte, saúde e sucesso!!!

Roseli de Oliveira disse...

Emocionante, cuidar da alma em consonância com as forças da natureza e dela restaurando o equilíbrio!!!! Asé!